O que é a piracema?

Por:

Piracema é o movimento que os peixes realizam quando nadam rio acima e contra a correnteza, então ocorre a desova no período de reprodução. A palavra tem origem tupi e quer dizer “saída de peixes”, era assim que os os índios descreviam o fenômeno.

No Brasil ocorre com as chuvas de verão, quando a temperatura da água esquenta e o nível do rio chega a subir 5 metros, isto ocorre de novembro a março. Desta forma os peixes sobem também para vencer a correnteza e se reproduzir.

O que é a piracema?

No momento que nadam rio acima fazem esforço e isto auxilia no processo de reprodução, pois quando queimam gordura também amadurecem os órgãos sexuais.

Cada tipo de peixe tem uma jornada as piavas por exemplo conseguem vencer até 3 quilômetros por dia, os curimbatás chegam até 43 quilômetros. Porém eles enfrentam cachoeiras, predadores e obstáculos naturais além de enfrentar a pesca, que se torna fácil em razão da subida dos peixes em grandes cardumes.

Para proteger os peixes o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) determina quais espécies não podem ser pescadas durante este período. O Ibama também determina a data da piracema é o Ibama e também estabelece que pesca só pode ser realizada para subsistência, respeitando o limite de 3 quilos diários. Nas lagos criados em razão de hidrelétricas, a pesca pode ser efetuada, mas somente a quantidade introduzidas pelo homem.

Durante a piracema o testículo dos machos aumenta de tamanho apresentando sêmen e ficando esbranquiçado. Nas fêmeas apresentam a cor amarelada das ovas, isto significa que tem vitelo, uma reserva alimentar nos óvulos que serve para sustentar os futuros peixinhos.

Depois que ocorre a fecundação, os ovos são hidratados pela água e ficam três vezes maiores. A maioria são vítimas de peixes carnívoros e não resistem. Conseguem sobreviver só os que chegam nas águas calmas. Em duas semanas, o peixe possui 1 centímetro, tem nadadeiras e escamas.

A piracema é um fenômeno muito bonito para quem assiste, porém o homem está prejudicando a natureza. Um exemplo disso é na bacia de São Francisco que já foi hidrovia com água limpa, porém atualmente existe muito lixo orgânicos e inorgânicos.

Além das doenças provocadas acabam passando fome pois há diminuição dos peixes. dos rios. O Ibama não tem muito a fazer a não ser tentar conscientizar os homens a cuidar do meio ambiente. Além disso a polícia ambiental multa quem desobedecer as leis nos valores que variam de R$ 700 a R$ 20 mil para cada quilo de peixe pescado.

Deixe uma resposta