Comportamento

O que é acrofobia?

Medo normal é algo saudável porém quando vira fobia deve ser tratado.

Acrofobia é o medo irracional e irreal de lugares altos. Esta fobia acontece quando a pessoa está em lugares altos e que não apresentam nenhum risco de perigo mas entram em pânico e ocorre um aumento dos batimentos cardíacos. Estas pessoas não conseguem olhar para baixo, ficam tontas e as vezes tem a sensação de estarem sendo puxados para baixo.

Publicidade

O medo está relacionado a andar em escadas rolantes, subir em edifícios altos, ladeiras e até mezaninos de teatro. Até mesmo exames como ressonância magnética, onde a pessoas fica presa dentro de um tubo por algumas horas pode gerar pavor.

É considerada uma situação perigosa pois o indivíduo pode entrar em pânico e querer sair rápido de lugares altos podendo sofrer algum acidente.

Publicidade

Os sintomas desta doença são parecidos com o ataque de pânico ou ansiedade. Em caso mais graves pode perder a confiança em seu próprio equilíbrio. Geralmente desce dos lugares rastejando ou ajoelhando de maneira assustadora. Também podem apresentar outros sintomas como suor excessivo, agitação, palpitações, gritos.

A causa pode ser em razão de uma queda do passado que deixou um trauma ou hereditária, quando a criança herda dos pais. Outro motivo que vem sendo divulgado é relacionado com problemas de alterações no equilíbrio postural. Pesquisas realizadas constataram que o acrofóbico possui problemas no sistema vestibular. Esta é uma região do ouvido interno que auxilia no equilíbrio e na percepção da gravidade. As pessoas não notam o problema pois conseguem equilibrar as informações da visão com as da superfície dos pés. Nestes casos a fisioterapia poderá ajudar.

Estudos revelaram que o uso de comprimido com cortisol podem ser usados para tratamento com sucesso. Também pode ser utilizado psicoterapia que apresentou bons resultados. É utilizado a terapia de confrontação do medo, onde o terapeuta coloca o paciente em contato com a situação ameaçadora e faz ele interagir com isso.

A pessoa pode superar o medo aos poucos tentando controlar o sentimento que a assusta, estar em contato com pessoas que possam encorajar, procurar não entrar em desespero, fazer exercícios de relaxamento e se puder procure um profissional para ajudar. O paciente pode ser curado da doença, porém se passar por momentos de estresse a fobia pode voltar.

Ter medo é um sentimento normal que auxilia as pessoas a se adaptar a novas situações, servindo como um alerta em casos de perigo, porém a fobia pode atrapalhar a vida de uma pessoa em todos os sentidos profissional e pessoal.

Publicidade

Deixe uma resposta