Saúde e Bem Estar

O que é Acupuntura?

A Organização Mundial da Saúde considera a Acupuntura como tratamento complementar.

A Acupuntura é uma arte médica chinesa, com descrições desde a sistematização da escrita no país, no século XVI a.C. A Acupuntura é provavelmente mais antiga, transmitida oralmente na pré-história da China. Outros países orientais, como Japão e Coreia, contribuíram para o desenvolvimento da técnica. No Ocidente, as primeiras informações foram trazidas pelos primeiros aventureiros europeus que chegaram à China, no século XIV.

Publicidade

A Acupuntura se baseia em conceitos do Taoísmo, como a oposição Yin-Yang e a existência de canais no corpo humano, os meridianos, por onde correm diferentes tipos de energias, como as herdadas dos ancestrais e as que recebemos pelo ar, água e alimentação. Apesar de serem conceitos estranhos para um leigo, energias realmente fluem em nosso corpo, carreando oxigênio e alimento para todas as células e retirando excesso de líquidos e detritos, através dos sistemas circulatório e linfático. A estimulação neurológica também tem efeitos benéficos comprovados.

Unificando os conceitos tradicionais da Acupuntura com os conhecimentos de Anatomia, chega-se a uma terapêutica coerente e lógica. Aliás, ao estudar a história da Acupuntura, é possível avaliar o afastamento das artes mágicas e o acompanhamento do sucesso dos tratamentos aplicados, num processo de produção de conhecimento bem de acordo com o modelo ocidental de Ciência, formulado a partir do século XIX.

Publicidade

Como funciona a Acupuntura

A técnica consiste na estimulação neurológica e circulatória, com a aplicação subcutânea de agulhas em pontos específicos do corpo humano. O terapeuta pode usar também os dedos, ventosas e a técnica conhecida como moxabustão, aproximando bastões aquecidos aos pontos de Acupuntura (acupontos).

Estudos recentes comprovam que os tradicionais acupontos correspondem a centenas de terminações nervosas, vasos sanguíneos e pontos de penetração nervosa na fáscia muscular (faixa de tecido conjuntivo fibroso que circunda os músculos e órgãos). Ao estimular determinados pontos, a Acupuntura determina a liberação de betaendorfina e serotonina, o que provoca a sensação de bem-estar e elimina dores. Funciona também para auxiliar tratamentos de depressão e ansiedade.

O estímulo atinge áreas mais elevadas do encéfalo, como o hipotálamo (controla a temperatura corporal, apetite, balanço de água no corpo e está envolvido no controle das emoções e da atividade sexual) e a hipófise (regula, entre outras funções, o crescimento e a produção de leite pelas mamas). A aplicação das agulhas teria capacidade de regular as atividades controladas por estas glândulas, mas ainda não há estudos comprovados sobre a eficácia.

No Brasil, há uma discussão para definir de quem é a competência para aplicar a Acupuntura. A tendência no Congresso Nacional é restringir a aplicação apenas a médicos, apesar de haver resistência entre outros profissionais da saúde. Enquanto a lei não é votada, o Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região decidiu que a Acupuntura é uma prática exclusivamente médica.

Publicidade

Deixe uma resposta