Curiosidades

O que é Adicto?

Difícil de ser tratada mas com muita força de vontade e apoio familiar pode ser superada.

Um adicto é a pessoa que tem uma vida controlada pelas drogas ou por outro tipo de vício. No seu pensamento só existem as drogas e tentam de qualquer forma conseguir mais.

Publicidade

A adicção pode ser também dependência psicológica ou compulsão como para jogo de bingo, pôquer, ou comida, sexo, pornografia, computadores, internet, vídeo games, compras entre outros.

Esta pessoa vive negando que é dependente e não quer aceitar ajuda como por exemplo a internação ou participação de grupos de ajuda.

Publicidade

A adicção pode ser considerada uma doença do corpo, da mente e do espírito. A recuperação começa quando a pessoa aceita que precisa de ajuda e se une com as pessoas que querem lhe ajudar. É considerada uma doença grave, progressiva e fatal e que atinge crianças e adultos que perdem o real sentido da vida. E toda a família acaba sofrendo junto com o dependente químico ou outro tipo de dependência.

Quando a doença não é tratada, vai ficando mais forte e cada vez mais difícil de se tratar, podendo provocar problemas mentais e outras doenças.

Geralmente a pessoa procura uma recompensa ou um alívio pelo uso da substância. Como a drogas produz um efeito no corpo e na mente as pessoas repetem a experiência. A droga faz com que o usuário se sinta melhor, relaxado, poderosa, excitada e isto estimula ele a provar de novo e muitas vezes para fugir dos problemas. Porém os problemas continuam e só aumentam, pois quanto mais a pessoa usa a droga, mais o corpo se adapta com ela e não consegue mais parar.

A droga provoca o aumento de dopamina no organismo, e ela produz sentimentos de prazer. Então a pessoa quer sempre sentir este prazer e o restante família, emprego e amigos acabam ficando em segundo plano.

O alcoólico quando bebe tem um alteração no humor, da mesma forma que o comedor compulsivo, o jogador compulsivo quando aposta ou gastador compulsivo que não para de comprar.

Existe até uma lei referente a entorpecentes, de 2006, que diz que tanto o usuário como o traficante estão praticando um crime. Para o usuário é realizada uma advertência, prestação de serviços à comunidade e participação em programa ou curso educativo. Já para o traficante está previsto uma pena de cinco a quinze anos de reclusão.

Os alcoólicos anônimos surgiram em 1935 através de um grupo de dependentes que queriam se recuperar. Iniciu-se então uma forma de ajudar os adictos.

Publicidade

Deixe uma resposta