Comportamento

O que é adrenalina?

A adrenalina é um hormônio que vem das glândulas supra renais. Este hormônio auxilia o organismo quando é realizado atividades e esforços físicos. É também chamada de epinefrina e age sobre o sistema nervoso simpático.

Publicidade

Quando o organismo passa por estresse, cansaço físico, nervosismo, hipoglicemia, ou por emoções muito fortes como por exemplo praticar um esporte radical a adrenalina é estimulada e provoca dilatação da pupila, taquicardia, tremores e suor.

A adrenalina equilibra a frequência cardíaca e a pressão arterial quando a pessoa está em repouso e quando esta com estresse. Ela também queima a gordura contida nas células adiposas.

Publicidade

Ela é utilizada quando a pessoa tem bronquite pois ela dilata os brônquios e aumento da respiração.

A adrenalina está presente quando uma pessoa tem um orgasmo, ocorre um aumentando do fluxo sanguíneo nos músculos os batimentos cardíacos aumentam assim como a respiração e o suor.

Quando as artérias estão entupidas, não deixam passar o sangue até o coração e a adrenalina faz com que o sangue seja bombeado mais rapidamente, então há falta de oxigenação e pode levar ao infarto.

Como medicamento é usada estimular o coração quando ocorre parada cardíaca e também para prevenir hemorragias. Porém ela pode ter efeitos colaterais como alucinação, ansiedade, arritmia cardíaca, hipertensão arterial, desmaio, tontura.

Quando um animal é ameaçado ou ele luta ou ele corre, nos dois casos é liberada adrenalina pois aumenta o oxigênio e o açúcar no sangue e nos músculos.

Em 1886, William Bates descobriu a adrenalina e em 1904 foi realizada a primeira síntese química da Adrenalina por Friedrich Stolz. O Salbutamol é uma molécula parecida com a adrenalina e usada nos casos de asma.

A palavra adrenalina foi criada pelo bioquímico japonês Elissandro Jokichi Takamine. Ele utilizou ad- (prefixo que indica proximidade), renalis (relativo aos rins), e o sufixo -ina usado em algumas substâncias químicas.

Publicidade

Deixe uma resposta