Ecologia e Meio Ambiente

O que é andiroba?

A Andiroba é uma árvore que pode chegar a 25 metros e tem propriedades medicinais. Seu nome científico é Carapa guianensis Aubl. Também conhecida como aningaúba, aninga-demacaco, aninga-de-espinho, guimberana, imbé-da-praia. O nome tem origem no povo indígena devido ao sabor amargo (nhandi-óleo e rob-amargo).

Publicidade

O óleo de andiroba era usado pelos índios durante a descoberta do Brasil. Eles mumificavam as cabeças dos inimigos, que serviam de troféus de guerra.

É encontrada no litoral norte do Estado do Pará,Tocantins até o Estado do Maranhão e em toda a Amazônia. Floresce entre agosto e outubro e as frutas amadurecem entre janeiro e abril.

Publicidade

A casca é grossa e as flores têm cor creme, o fruto é uma cápsula que se abre quando cai no chão e apresenta de quatro a seis sementes.

O óleo que é extraído da semente é usado por indígenas como repelente de insetos e como medicamento para o parasita do pé. O chá feito da casca pode ser usado para febre, contra vermes, tosse, gripe e pneumonia, o pó da andiroba cicatriza feridas. Existem pesquisas realizadas em Universidades que apontam uma ação anticancerígena.

Na área da beleza é usado no tratamento do cabelo para deixar sedoso e com brilho. Existem também sabonetes de andiroba e protetor solar.

A madeira é imune ao ataque de cupins e parecida com o mogno. É usada na marcenaria, construção civil e naval, para compensados e móveis.

Para produzir as mudas os frutos devem ser colhidos da árvore ou das sementes caídas no chão. Os frutos devem ser deixados no sol para liberação das sementes. O desenvolvimento das mudas pode demorar 7 meses.

Não é uma planta muito forte e em razão das chuvas e derrubadas há risco para sua existência. Por ser uma planta medicinal, existe uma grande preocupação se ela for extinta.

Publicidade

Deixe uma resposta