Beleza e Moda

O que é argiloterapia?

Também chamada geoterapia, este tratamento tem efeitos comprovados por dermatologistas e profissionais de estética.

É a terapia que usa as propriedades minerais das argilas para tratamentos dermatológicos. Especialistas descobriram que a argiloterapia funciona com sucesso na hidratação, reconstituição, revitalização e reequilíbrio da pele.

Publicidade

Seu uso externo não tem contraindicações e pode ser aplicado no corpo todo ou em áreas delimitadas, deixando a pele isenta de radicais livres, que promovem o envelhecimento precoce. Há apenas uma restrição: grávidas não devem usá-la na barriga, para não ativar a circulação sanguínea na região. Indicada para homens e mulheres, elimina células mortas depositadas na superfície.

A argila é um material natural, resultante da erosão de granit

os, constituído de micropartículas de silicato de alumínio ligado a diversos minerais, como magnésio, cálcio, potássio e principalmente silício, em diferentes concentrações, de acordo com o tipo. Quando esses minerais são encontrados em doses mínimas, são denominados oligoelementos, mas mesmo assim mantêm efeitos terapêuticos e estéticos.

Publicidade

Há vários tipos de argilas, e a argiloterapia desenvolveu tratamentos específicos com eles. Confira:

• amarela: ativa a circulação e contribui para o equilíbrio iônico do gel celular;

• branca: aumenta a oxigenação em áreas congestionadas, uniformiza a pele pela esfoliação suave e regula a queratinização;

• cinza: tem efeitos anti-inflamatório e cicatrizante;

• marrom: tem efeitos desinfiltrante, adstringente e desintoxicante;

• preta: tem efeitos anti-inflamatórios, cicatrizante, tensor e desintoxicante;

• verde: desinfiltra o interstício celular, esfolia, desintoxica e regula a produção sebácea.

O que a argiloterapia pode fazer

Com ação comprovada no retardo do envelhecimento da pele, a argiloterapia ainda promove sensação de bem-estar, por ser indicada para aliviar a tensão muscular e o estresse. Corrige a insônia e ativa a circulação sanguínea e linfática, elimina radicais livres, hidrata, regenera os tecidos da pele castigados pelo Sol e a poluição, suaviza marcas de expressão e manchas (inclusive as causadas pela depilação), combate a acne e confere maior elasticidade firmeza à pele. A argila é usada ainda como coadjuvante para reduzir celulite e estrias.

A argiloterapia promove uma ação revitalizante, analgésica, cicatrizante, tonificadora. É indicada também para complementar tratamentos para emagrecer e combater a flacidez dos seios.

Como é feito o tratamento

A argiloterapia pode ser feita através de banhos, máscaras, cataplasmas e compressas. Também é usada em tratamentos capilares. Pode ser feita em casa, clínicas dermatológicas e salões de estética, de acordo com o objetivo visado, que também determina a duração do tratamento.

Publicidade

Deixe uma resposta