Saúde e Bem Estar

O que é DPOC?

Como o número de fumantes aumenta a cada dia está doença está presente na vida dos brasileiros.

DPOC é doença pulmonar obstrutiva crônica. Fazem parte desta doença a bronquite crônica que apresenta tosse prolongada e o enfisema que destrói os pulmões ao longo do tempo. Geralmente as pessoas tem combinação das duas. Na maioria dos casos ocorre após os 40 anos de idade.

Publicidade

X-ray of lungs

Esta doença geralmente é causada pelo cigarro, mas também poeira, poluentes do ar e vapores químicos, mineração de carvão e soldagem de fumaça, sendo que 20% dos doentes são fumantes. Em casos raros pode ser genético.

Ela é diferente da asma que ocorre em períodos específicos, pois age constantemente, sendo crônica e permanente.

Publicidade

Um dos sintomas da A DPOC é a falta de ar que aparecem geralmente quando a pessoa faz esforço para subir escadas, anda rápido ou faz alguma atividade física. Com o tempo a falta de ar vai ficando mais forte.

Também apresenta tosse em alguns casos com chiado no peito e produção do catarro. Em casos mais graves fraqueza no funcionamento do coração e inchaço nos pés e nas pernas.

O doente que apresenta enfisema é magro, desnutrido e tem dificuldade de por o ar para fora então respira como estivesse assoprando. O que possui bronquite crônica é mais obeso, tem a pele arroxeada, possui tosse e catarro.

O diagnóstico é realizado através de exame físico, exame de sangue e também com exames como a espirometria que também é recomendado para quem fuma a muitos anos. O médico poderá pedir radiografia e tomografia computadorizada do tórax.

O primeiro passo é parar de fumar para não agravar a doença. Para isso é necessário usar algum método como chicletes, adesivos de nicotina e drogas antidepressivas. É receitado broncodilatadores que poderá ser aplicado através de nebulização ou bombinha. Porém em alguns casos será necessário usar corticóides.

Em casos mais graves é necessário utilizar a oxigenioterapia para melhorar a qualidade de vida do doente. A fisioterapia respiratória também ajudam para aumentar a resistência.

O melhor a fazer é a prevenção que pode ser feita evitando fumar. Se o pulmão já estiver afetado, parando de fumar vai reduzir ou eliminar os sintomas da bronquite crônica e faz com que a doença não fique mais grave. Porém se o alvéolo atingido os sintomas do não desaparecem.

Também é importante receber a vacina contra a gripe todos os anos além da vacina contra o pneumococo.

Em razão do grande número de fumantes a DPOC está entre as cinco doenças mais afetam as pessoas em algumas regiões do Brasil.

Publicidade

Deixe uma resposta