O que é Embrapa?

Por:

O setor agrícola brasileiro melhorou sua produtividade após o surgimento da Embrapa.

A Embrapa é uma Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária que está ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Esta empresa surgiu em 1973 quando havia um grande crescimento populacional e de renda per capita. Então era necessário ter investimentos em tecnologia e pesquisa e assim aumentar a oferta de alimentos.

O que é Embrapa?

A Embrapa atende diversas áreas como agricultura, agroenergia, agroindústria, tecnologia de alimentos, biotecnologia, nanotecnologia, produção animal, floresta e também a silvicultura.

Possui 38 unidades de pesquisa que se divide de acordo com a área de pesquisa como por exemplo: Embrapa Agroenergia, Embrapa Agroindústria de Alimentos, Embrapa Caprinos, Embrapa Informação Tecnológica, Embrapa Soja entre outras.

Está presente em diversos estados brasileiros e possui em torno de 9,2 mil empregados, sendo que 2,2 mil são pesquisadores e destes 66% são doutores e 25% mestres.
O Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária é encarregado de reunir o conhecimento científico de diferentes estados e temáticas e tem parceria com instituições públicas federais, estaduais, universidades, empresas privadas e fundações.

Alguns estudos realizados pela Embrapa diz respeito a adaptação da soja às condições brasileiras, isto auxiliou o País a ser segundo produtor mundial do grão. Também contribuiu para melhorar a agricultura familiar auxiliando os pequenos produtores em relação ao agronegócio. A empresa também desenvolveu tecnologia para aprimorar sistemas de bovinocultura, suinocultura, avicultura.

A Embrapa possui parceiros internacionais como laboratórios estrangeiros que desenvolvem pesquisas de ponta. Os países que participam desta parceria são os Estados Unidos, na Europa (França e Reino Unido), China e Coreia do Sul.

Em 2008 foi lançado o Programa de Fortalecimento e Crescimento da Embrapa que durou até 2011. Foram desenvolvidas pesquisa, desenvolvimento e inovação e também contratação e treinamento de pessoal para modernizar as pesquisa.

O projeto da Embrapa África desenvolveu em Gana ações para promover a ciência e tecnologia, através do desenvolvimento sustentável que contribuíram para diminuir a fome.

Além desses a Embrapa também tem o projeto Amazalert que teve como objetivo fazer previsões relacionadas às mudanças climáticas na Amazônia. Foram feitas pesquisas sobre clima e mudanças e seus impactos, com isso foi possível sugerir estratégias.

Já o projeto Qualisolo investigou sobre a qualidade de solos, levando em consideração características físicas, químicas e biológicas. Auxilou no manejo do solo e melhorou a capacidade produtiva.

No GeoPecus estuda as causas e efeitos das emissões de gases de efeito estufa, obtendo formas de manejos que sejam sustentáveis e que possam proteger o meio ambiente.

Deixe uma resposta