Saúde e Bem Estar

O que é Fluoxetina?

Saiba o que é e para que serve a Fluoxetina, um medicamento que aumenta os níveis de serotonina no cérebro.

A fluoxetina é um medicamento, muito conhecido sob o nome comercial de Prozac. Este medicamento é uma droga antidepressiva, utilizada em muitos casos de desordem psicológica como depressão, bulimia ou Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC). A fluoxetina pertence a um grupo de medicamento chamado de inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS ou SSRI, que é a sigla em inglês). Este tipo de medicamento faz com que justamente se aumente o nível do neurotransmissor serotonina no cérebro. Além de Prozac, a fluoxetina também é vendida no Brasil sob os nomes de Daforin, Deprax, Eufor, Fluxene, Nortec, Prozen, Psiquial e Verotina.

Publicidade

A serotonina

A serotonina é um neurotransmissor responsável por elevar os níveis de humor, portanto, um medicamento que aumente seus níveis, como é o caso da fluoxetina, ajudam as pessoas deprimidas a recuperar a felicidade. Uma das principais causas da depressão, conforme estudo científico é justamente a falta de serotonina no cérebro, que deveria ser produzida naturalmente.

O que a fluoxetina trata?

A principal função da fluoxetina é combater a depressão, mas ela é muito usada em outros casos clínicos, como no tratamento de TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), transtorno do pânico, disfunções alimentares como anorexia e bulimia e até mesmo no tratamento de problemas menstruais.

Publicidade

Efeitos colaterais

A melhora não é imediata. Os pacientes que fazem uso da fluoxetina pela primeira vez não irão sentir qualquer alteração durante as primeiras semanas. Após 2 ou 3 semanas de tratamento, a melhora começa a aparecer e os pacientes vão vendo os sintomas que antes sentiam, desparecerem aos poucos. A fluoxetina é uma medicação com muitos benefícios, mas que também, como a maioria das drogas, possui diversos efeitos colaterais.

Os principais efeitos colaterais são sensação de estar sedado, confusão e a perda da coordenação motora. A longo prazo o uso da Fluoxetina irá trazer alívio nos sintomas da depressão, mas pode ainda causa náuseas, falta de apetite, insônia e perca da libido.

Interrompendo o tratamento

É preciso ter muito cuidado ao interromper o uso da Fluoxetina e isso sempre deve ser feito sob supervisão médica. Caso seja necessário parar com a medicação, o médico irá lhe auxiliar a ir reduzindo aos poucos a dosagem, até retirar por completo a medicação.

O tratamento de depressão deve ser realizado junto com uma psicoterapia, pois a fluoxetina não cura a depressão ou qualquer outra doença a ela relacionada. Este tipo de droga apenas vai fazer com que os sintomas sejam reduzidos, enquanto estão em uso.

Publicidade

Deixe uma resposta