O que é histeroscopia?

Por:

Consiste em um exame simples mas que pode prevenir diversas doenças como câncer de endométrio.

Histeroscopia é um exame realizado para diagnosticar doenças provocadas em mulheres, onde é usado uma câmera para avaliar se há alguma patologia.

Estas doenças podem ser pólipo endometrial, miomas ou câncer endométrio, miomas submucosos, malformações uterinas.

Em pesquisas realizadas 25% das mulheres apresentam miomas e estes provocam hemorragias. È por este motivo que os médicos indicam este exame, quando há sangramento anormal e deve ser investigado.

O que é histeroscopia?

É realizado em mulheres com mais de 50 anos, que já estão na menopausa ou em mulheres mais mais jovens para descobrir as causas de infertilidade e abortamento.
Através deste exame é possível ver a cavidade uterina por endoscopia e também o canal cervical e a vagina.

É realizado no ambulatório e não é necessário anestesia ou internação. É muito eficaz para acompanhar patologias uterinas como a hiperplasias endometriais.

Este exame permite uma avaliação mais aprofundada do endométrio como sua espessura, se existe ou não muco ou infecções. Também é possível realizar biópsia e retirada do DIU.

A histeroscopia é realizada entre a oitavo e o 15º dia do ciclo menstrual, dura 20 minutos e as vezes pode ser um pouco dolorido. O médico usa uma solução líquida ou gás carbônico para conseguir a distensão da cavidade uterina. Depois introduz histeroscópios de 3 a 5mm de diâmetro presos a um pinça. Possui uma micro câmera e a imagemaparece no monitor da monitor de TV e o paciente também pode acompanhar as imagens. Depois do exame a paciente volta normalmente a sua rotina sem precisar ficar em repouso.

Através deste exame é possível avaliar a cavidade uterina, paredes uterinas anterior, direita, esquerda, parede posterior e o canal cervical e istmo. O exame deve apresentar um laudo e armazenamento das imagens para fazer o diagnóstico.

Este exame é contra indicação quando a gravidez está em curso. Também é contra indicado quando o sangramento uterino é intenso e pode atrapalhar a visualização.
O equipamento apresenta uma óptica de histeroscopia, sistema de vídeo, sistema de armazenamento de imagem entre outros.

Atualmente a histeroscopia é um método muito importante para o médico ginecologista. Com o avanço da tecnologia e o aperfeiçoamento dos profissionais este exame é essencial para um diagnóstico mais preciso.

Também exsite a Histeroscopia Cirúrgica que indicada quando há alguma doença que precisa de cirurgia, neste caso há necessidade internação hospitalar de, no máximo, 24 horas. Será necessário uso de anestesia para retirar miomas, pólipos e cateterização.

Deixe uma resposta