Ecologia e Meio Ambiente

O que é homeotermos?

Com certeza já ouviu falar de homeotermos durante a aula de biologia no colegial, enquanto estudava determinadas espécies da fauna. Aves e mamíferos, por exemplo, são os principais grupos animais a serem citados quando se fala de homeotermos ou endotermia. Vamos relembrar? Confira no post abaixo!

Conhecendo os homeotermos

Publicidade

Homeotermos (ou endotermia), basicamente falando, é a classe de animais que conseguem controlar sua temperatura corpórea, sem depender do meio externo. Ou seja, os animais que possuem a capacidade homeotérmica estão sempre com a mesma temperatura corporal, faça chuva ou faça sol, faça calor ou faça frio. Apesar da semelhança gramatical, a homeotermia não deve ser confundida com homotermia, que pouco tem a ver com a temperatura invariável dos mamíferos. A homotermia refere-se à profundidade de uma enorme camada do oceano, onde a variação de temperatura é mínima quando comparada à variação de profundidade.

Conhecendo os pecilotérmicos

Endotérmicos são os animais que possuem temperatura corporal estática. Sendo os pecilotérmicos (por vezes também chamados de poiquilotérmicos ou ectotérmicos) “o contrário” dos endo, podemos dizer que são os animais que precisam do calor do ambiente para se aquecer e manter a sua temperatura corporal ideal. Temos como exemplo de espécies que mudam sua temperatura corpórea os peixes, invertebrados, répteis e anfíbios. Vale a pena ressaltar que os pecilotérmicos não podem ser considerados animais de “sangue frio” uma vez que os endotérmicos são considerados animais de “sangue quente”, já que, após expostos ao sol por um determinado tempo, a temperatura corpórea desses animais consegue chegar à mesma temperatura atingida pelos endotérmicos.

Como acontece a homeotermia?

O fenômeno endotérmico (homeotérmico) é causado pela altíssima taxa metabólica, gerada pela combustão de altos índices de elemento energético (uma espécie de digestão) nas células. Popularmente falando, os animais que controlam por si próprios sua temperatura corpórea são chamados de animais com “sangue quente”, termo que a maioria de nós já ouviu nossos pais usando. A temperatura corporal desses tipos de animais é alcançada de maneira estável através de diversos mecanismos, como contrações musculares e tremores (para gerar calor a partir das contrações), a ruborização (quando a circulação sanguínea é alterada, irradiando assim mais calor através da pele), suor (quando o ser perde calor através da sudorese nos poros, evaporação), palidez, (quando a circulação sanguínea se altera para distribuir menos calor para a pele, deixando a mesma mais fria) que é a ação contrária à ruborização, entre outros fenômenos do organismo animal e humano.

Publicidade

Publicidade

Deixe uma resposta