Notícias e Atualidades

O que é internação à distância?

Ficar deitado em um quarto o tempo todo sem poder estar em um ambiente mais agradável e se alimentando de comidas que não despertam a fome de jeito nenhum. Isso tudo, se depender dos pesquisadores portugueses irão acabar. Em conjunto com Massachusetts Institute of Technology desenvolveram um dispositivo que permite que o paciente fique em um raio de 30 m, tendo a liberdade de fazer o que quiser. Inclusive assistir a seu programa preferido em seu confortável sofá, e comer com moderação, não necessariamente aquela sopinha e chazinho com pãozinho servido diariamente.

Publicidade

Um total de três aparelhos pequenos fixos ao corpo do paciente 24 horas fará o acompanhamento dos batimentos cardíacos, assim como o grau de aquecimento e oxigenação do sangue. Conectados aos seus computadores pessoais, em casos de hemorragias ou pressão elevada principalmente após cirurgia, serão transmitidas as informações a um setor responsável no hospital. Onde serão analisados por médicos.

O sistema ainda passa por testes em Portugal e os gastos são elevados para colocar em pratica o aparelho, mas dizem seus pesquisadores que futuramente será possível ser acessível até mesmo através de smartphones e em canais de televisão do hospital que obtenha os dados do paciente a ser controlado pelo roteador.

Publicidade

Vamos aguardar o sistema que já possui até um nome: Mobile Health Living.

Publicidade

Deixe uma resposta