Curiosidades

O que é lei de Murphy?

“Descubra o que é a lei de Murphy, de onde veio, como surgiu e como ela se aplica no nosso dia a dia”.

Se alguma coisa puder dar errado, então dará. Se você já ouviu essa frase, então conhece ou já ouviu falar nas leis de Murphy. As leis de Murphy são um conjunto de leis que falam sobre diversos aspectos da vida cotidiana, sempre voltada para o lado negativo e que de fato acontece e muito no nosso dia a dia. Obviamente que esse tipo de lei ou frase não tem qualquer valor científico, muito pelo contrário, é encontrado em prateleiras de livrarias e bibliotecas na seção de humor, mas não duvide do poder dessas leis na sua vida, porque se ainda não aconteceu nenhuma hoje, certamente acontecerá.

Publicidade

A origem da lei de Murphy

Em 1947, um engenheiro da força aérea norte-americana, Edward A. Murphy Jr. esteve envolvido em um projeto de construção de um foguete-trenó, na qual teve 16 instrumentos de aceleração instalados todos de forma errada, resultando na sua declaração que é considerada a lei de Murphy original: “Se há duas ou mais maneiras de fazer algo e uma dessas maneiras puder resultar em catástrofe, ela será a escolhida”.

A partir dessa declaração, diversas outras leis surgiram, nos mais variados campos da vida cotidiana, popularizando mundialmente a expressão “lei de Murphy”.

Publicidade

Major Edward Alvar Murphy Jr. (11/01/18 a 17/07/90)

A lei de Murphy no nosso cotidiano

Você está na fila do supermercado e ela não se mexe, então você decide ir para a fila ao lado que se move mais rapidamente, para aí perceber que a fila que você estava começa a ir muito mais rápido e a fila atual simplesmente parou. Não se preocupe, não importa a fila que você está, ela sempre será a que mais demora. É assim que a lei de Murphy age na nossa vida.

A explicação lógica para a lei de Murphy

A lei de Murphy não ocorre por algo misterioso, sobrenatural e muito menos científico. Ela ocorre porque nós, seres humanos, só damos relevância ao que de fato dá errado. Nós esperamos que o normal é as coisas darem certo e quando dão, simplesmente ignoramos o fato, agora quando algo corre mal, só aí procuramos uma explicação.

Pense na situação: você está caminhando na rua e nada de errado acontece, então ao completar o percurso, o que você pensa? “Nossa, como caminhei bem”. É claro que não, mas se durante a caminhada você tropeçar, ralar o joelho e torcer o pé, certamente vai se perguntar: “Nossa, porque isso só acontece comigo”.

A lei de Murphy está relacionada a nossa tendência de enfatizar o negativa em vista do positivo.

Tirando proveito da lei de Murphy

Se você acreditar que se algo que puder dar errado certamente dará, não fará mais nada, mas podemos sim nos aproveitar disso para saber que se as chances de algo dar errado existem e são fortes, então devemos nos precaver disso testando, testando e testando. A área da informática, por exemplo, se aproveitou disso para criar carreiras específicas na área de testes, assim como na indústria automotiva em que os testes são muito rígidos e necessários. Quando um designer de um programa de computador trabalha, ele precisa levar em conta todas as possibilidades que irão levar o usuário a atrapalhar sua execução e de alguma forma, torna-la impossível, ou pelo menos ser incapaz de causar dano.

A lei de Murphy já invadiu nosso cotidiano, muitos acreditam fortemente na hipótese de que se um pão cair, o lado da manteiga irá ao chão, que a fila do supermercado que você escolher sempre será a mais lenta. Inclusive existem pessoas por aí tentando usar a lei de Murphy para proporcionar fenômenos naturais: lavar o carro para fazer com que chova é uma excelente hipótese.

Top 10 lei de Murphy

1. Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível.
2. Um atalho é sempre a distância mais longa entre dois pontos.
3. Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.
4. Tudo leva mais tempo do que todo o tempo que você tem disponível.
5. Se há possibilidade de várias coisas darem errado, todas darão – ou a que causar mais prejuízo.
6. Se você perceber que uma coisa pode dar errada de 4 maneiras e conseguir driblá-las, uma quinta surgirá do nada.
7. Seja qual for o resultado, haverá sempre alguém para: a) interpretá-lo mal. b) falsificá-lo. c) dizer que já o tinha previsto em seu último relatório.
8. Quando um trabalho é mal feito, qualquer tentativa de melhorá-lo piora.
9. Acontecimentos infelizes sempre ocorrem em série.
10. Toda vez que se menciona alguma coisa: se é bom, acaba; se é ruim, acontece.

Publicidade

Deixe uma resposta