Curiosidades

O que é maré vermelha?

É considerada uma catástrofe para o meio ambiente, porém os cientistas já estão estudando formas de amenizar os prejuízos.

Maré vermelha é um fenômeno causado pelo excesso de algas microscópicas no mar. Este episódio provoca manchas escuras na água do mar.

Publicidade

Algumas algas provocam coloração vermelha, marrom, laranja, roxa ou amarela. Como nem sempre a cor é vermelha então está recebendo também o nome de floração de algas nocivas.

Pode ser provocado por diatomáceas e as cianobactérias. A reprodução é assexuada e possui dois pequenos flagelos, por isso também conhecida como dinoflagelados.
A reprodução dos dinoflagelados aumentam de velocidade em função de nutrientes existentes no mar e da salinidade e luminosidade que causam o surgimento um milhão de algas.

Publicidade

A ação de correntes e ventos são outros motivos causadores da grande quantidade de algas e consequentemente da maré vermelha.

Outro fator relevante é a matéria orgânica que vem do esgoto e do lixo doméstico jogados no mar, isto faz com que a água não possa ser consumida além colaborar para o aumento das algas.

Este fenômeno pode gerar um enorme problema para a humanidade. Em 1962 na África do Sul ocorreu a morte de 100 toneladas de peixes que tiveram entupimento de suas brânquias. Também ocorreu queda na qualidade da água do mar e diminuição na concentração de oxigênio. Esta redução ocorre pela existência de bactérias que se alimentam dos dinoflagelados. Aconteceu até casos em que as lagostas saíram da água, pois estavam sem oxigênio, porém morreram nas praias.

Deve-se evitar o consumo de moluscos, mexilhões e as ostras que ficam na maré vermelha pois pode ocorre intoxicação e envenenamento. Mesmo ingerindo um molusco pode levar a morte. Os sintomas apresentados nestes casos são: ardência ou formigamento nos lábios, na língua e nas pontas dos dedos. A dormência também pode atingir os braços, o pescoço e as pernas, tonturas e em casos mais graves insuficiência respiratória.

Em casos mais leves pode ocorrer diarreia, vômitos, tremores e calafrios que desaparecem em poucas horas.

No Brasil ocorreu em 2007 uma maré vermelha na Baía de Todos os Santos na Bahia. O fenômeno provocou a morte de 50 toneladas de mariscos e peixes e ameaçou as atividades econômicas do local.

Agora os cientistas estão estudando formas de monitor e prever quando acontecerá os episódios. Isto ajudará a evitar muitos prejuízos e mortes e melhorando a qualidade das águas do mar.

Publicidade

Deixe uma resposta