Saúde e Bem Estar

O que é meningite?

A inflamação das meninges pode originar uma doença fatal para bebês e idosos. A boa notícia é que há tratamento.

As meninges são membranas que cobrem o encéfalo e a medula espinhal. Quando ocorre a inflamação ou infecção dessas estruturas, surge a meningite. As principais causas são bactérias ou vírus, e dependendo da causa, é possível analisar o tipo da doença.

Publicidade

A meningite viral é menos grave, e tem sintomas parecidos com uma gripe comum ou resfriado. A bacteriana, causada pela Neisseria meningitidis tem grau de contágio altíssimo e sintomas severos. Além de inflamar as meninges, pode causar infecção de todo o organismo. Em casos mais graves, pode afetar o aprendizado, paralisar o cérebro e causar perda da audição.

Transmissão

A doença é transmitida pela saliva ou quando gotas de saliva do doente entram em contato com o sistema respiratório de alguém sem a doença. Desse modo a bactéria entra no sistema do indivíduo em cinco dias.

Publicidade

O uso de talheres e copos usados pelo enfermo e frequentar ambientes abafados onde haja pessoas com meningite aumenta as chances de contágio.

Caso haja contato com uma pessoa doente, é importante informar ao médico e seguir suas orientações. Manter o sistema de defesas do corpo saudável e forte também é necessário.

Crianças com menos de 6 anos têm o organismo pouco resistente e são mais acessíveis aos vírus ou bactérias. Idosos com o sistema imunológico comprometido.

Sintomas

Aproximadamente 10% dos infectados morrem. Quando a doença atinge a circulação sanguínea, infeccionando todo o organismo, as mortes chegam a 50%.

Dores de cabeça muito incômodas, febre alta, moleza no corpo e fraqueza, vômitos, dificuldade de movimentar o pescoço e irritabilidade são alguns dos sintomas.
Manchas avermelhadas na pele também surgem, bem parecidas as que ficam depois de uma picada de inseto. A diferença é que elas se multiplicam e aumentam rapidamente, o que significa que existe grande número de bactérias na corrente sanguínea.

Diagnóstico e Tratamento

A meningite bacteriana começa de repente e se espalha de forma rápida, podendo matar em um ou dois dias caso não haja atendimento médico. Para diagnosticar o problema, um líquido (líquido cefalorraquidiano) é retirado da espinha para que haja a identificação de vírus ou bactéria, e dizer qual a espécie. Se for meningite viral, o tratamento é semelhante a outros tipos de virose simples. Já no caso de meningite bacteriana, a identificação da espécie de bactéria é muito importante, pois os antibióticos (administrados via intravenosa) são específicos para cada uma.

A prevenção da meningite se dá através das vacinas bivalente, tetravalente ou monovalente, em crianças com menos de dois anos.

Publicidade

Deixe uma resposta