Gravidez e Maternidade Saúde e Bem Estar

O que é Mielomeningocele?

A mielomeningocele é uma doença onde apresenta um defeito na espinha dorsal e o canal espinhal não se fecham antes do nascimento. A doença também é chamada de de espinha bífida ou disrafismo espinhal.

Publicidade

A coluna do bebê deve se fechar completamente no primeiro mês da gravidez, a espinha dorsal se une com os tecidos que cobrem a medula espinhal.

A mielomeningocele é um defeito onde os ossos da coluna não se formam completamente. Então a medula espinhal e as meninges aparecem nas costas da criança. Está doença é rara e afeta 1 em cada 800 bebês.

Publicidade

A criança com a mielomeningocele pode apresentar siringomielia e o deslocamento de quadril.

A doença pode ser causada pelo baixo nível de ácido fólico no corpo da mulher antes e durante a gravidez. O ácido fólico é importante para o desenvolvimento do cérebro e da medula espinhal. Pesquisas realizadas indicaram que a radiação também pode causar a doença.

O exame pré-natal é essencial para dectar doenças inclusive exame de sangue pode indicar a presença de mielomeningocele, síndrome de Down e outras doenças congênitas no bebê. Também é realizado ultrassonografia na gravidez e Amniocentese.

Quando o bebê nasce é realizado um exame neurológico para verificar se criança apresenta perda de funções relacionadas aos nervos. Também é realizado outros exames raios X, ultrassonografia, tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Um bebê pode apresentar bolsa no meio das costas e outros sintomas apresentados são perda do controle da bexiga ou dos intestinos, paralisia parcial ou completa das pernas, pé torto.

Se apresentar estes sintomas procuro logo ajuda médica além disso observe se criança demorar para andar ou engatinhar, muita sonolência e dificuldades para se alimentar, meningite que pode ser acompanhada de febre e rigidez no pescoço.

O tratamento desta doença é a cirurgia que deve ser feita até 48hs depois do nascimento do bebê. Depois disso a criança deve ter acompanhamento de médicos, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais, pois a criança vai apresentar limitações.

Eles vão apresentar dificuldades para sentar, mexer as pernas e até mesmo usar uma cadeira de rodas.

A operação pode ser realizada ainda na barriga da mãe, através de câmeras e não é feito cortes. A criança tem mais chances de ter um bom desenvolvimento neurológico.

A cirurgia deve ocorrer nas 24 semanas que seria seis meses de gravidez. Mas antes de mais nada a mãe deverá ser examinada para ver se tem condições de ser operada.

Publicidade

Deixe uma resposta