O que é o neoliberalismo?

Por: Juliana Batista

Conheça mais sobre o neoliberalismo e como ele afeta na afeta as relações econômicas dentro do capitalismo, assim como suas consequências para a sociedade.

O termo que deu origem ao neoliberalismo foi criado em 1938 pelo alemão Alexander Rüstow, mas só depois da primeira metade do século XX, quando os Estados Unidos se instalaram como maior potência mundial, é que esse termo passou a ser empregado na realidade. O neoliberalismo é, na prática, uma doutrina político-econômica que corresponde visa adaptar aos princípios do liberalismo econômico às condições do capitalismo moderno, sendo que o ideal é que o estado deva interferir o mínimo possível na economia.

O que é o neoliberalismo?

Os neoliberais acreditam que a economia tem seu curso designado de uma forma natural e livre e o determinante desse discurso é o preço. A principal diferença entre o neoliberalismo e o liberalismo clássico é pensamento de que o mercado pode ser desenvolvido de forma espontânea.

Aqui no Brasil o neoliberalismo foi adotado abertamente nos dois governos consecutivos do presidente Fernando Henrique Cardoso, tendo como sua principal característica a valorização do Real e o processo de venda de estatais.

O que acontece no sistema neoliberalista é que as mercadorias e tudo o que faz a economia girar acabam não sendo produzidas de acordo com as necessidades da população, e sim de acordo com as necessidades do mercado.

Dentre as várias críticas negativa ao neoliberalismo – alguns diriam que são as consequências do mesmo – podemos citar:

  •  o neoliberalismo gera o monopolismo, detendo as maiores ações dentro de conglomerados;
  •  deste modo, somente grandes empresas sobrevivem no mercado;
  •  o mercado livre é sustentado por uma política meramente especulativa;
  •  desregulamentação do mercado de trabalho com o fim de novas formas de contratação que reduzam os custos das empresas, passando o ônus para o trabalhador;
  •  isso faz com que países que não tem margem competitiva fiquem na mão de investidores;
  •  aumento das privatizações;
  •  desemprego, desigualdade social e dependência do capital internacional são alguns dos malefícios do neoliberalismo.

De uma forma geral, o liberalismo é uma via de duas mãos. Enquanto ele propicia uma mobilidade no mercado mundial, aquecendo a economia, nem sempre essa questão está diretamente ligada ao benefício da população. Atualmente existem muitos casos de empresas migrando suas fábricas para lugares mais distantes e onde existe um incentivo fiscal, o que aumenta o desemprego em algumas regiões mas, por outro lado, abre oportunidade em outras. No âmbito mundial, essa dinâmica é globalmente usada para cortar gastos com mão de obra, geralmente levando essa produção para países mais pobres e subdesenvolvidos.

Deixe uma resposta