Saúde e Bem Estar

O que é Pair?

Um problema na audição que pode ser evitado através do uso de equipamentos adequados.

Pair é a Perda Auditiva Induzida por Ruído que é provocada pela exposição por muito tempo ao ruído. É considerada uma perda irreversível, mas pode ser evitada para que ela não evolua.

Publicidade

O ruído é um agente nocivo encontrado no ambiente de trabalho. Este ruído em excesso pode provocar no ouvido uma lesão das células ciliares do órgão de Corti. Também provoca aceleração da frequência cardíaca e respiratória, alteração da pressão arterial e da função intestinal, também dilatação das pupilas.

O ruído prejudica até mesmo as gestantes que estão expostas a ruído elevados podendo provocar lesões auditivas no feto e problemas na gestação, como hipertensão, parto prematuro e o bebê pode nascer com pouco peso.

Publicidade

O Pair geralmente é provocada por ruído ocupacional adquirido no local de trabalho ou por produtos químicos como solvente e metais.

Quando a pessoa fica exposta ao ruído em média 85 decibéis dB durante oito horas por dia pode apresentar alterações estruturais na orelha interna então ocorre o perda auditiva.

É comum acontecer este tipo de problema em trabalhadores de indústrias metalúrgicas, siderúrgicas ou em atletas que são atiradores e corredores automobilísticos.
Outro grupo de risco são as pessoas, principalmente jovens que usam aparelhos como Ipod, MP3 ou MP4. Estes equipamentos chegam a 90 decibéis (dB) e o ruído é tão alto quanto o som de um avião.

Os sintomas apresentados são perda auditiva, dificuldade na fala, zumbido, também r cefaleia, tontura e problemas digestivos.

Uma pessoa tem mais chances de sofrer algum dano auditivo por ruído quando apresenta outros fatores como doença, idade e fatores hereditários.

A Norma nº 15 (NR-15), da Portaria do Ministério do Trabalho nº 3.214/1978 é quem estabelece os limites de ruídos.

As empresas que apresentam ruídos altos devem estabelecer um programa de prevenção orientando os funcionários a usar protetores auriculares. Além disso as empresas precisam realizar exames audiométricos regularmente para saber se a audição do seu funcionário não está comprometida.

Também é responsabilidade da empresa estudar formas de amenizar os ruídos como pausas durante o trabalho, controle ambiental através da manutenção preventiva e corretiva de máquinas e equipamentos que produzem ruídos, além de isolamento acústico.

Para que a doença não avance é necessário o acompanhamento de um fonoaudiólogo.

Publicidade

Deixe uma resposta