Curiosidades

O que é psicografia?

Escrita dos Espíritos, a psicografia é a recepção de mensagens, através de médiuns, de pessoas já falecidas.

De acordo com o Espiritismo, doutrina codificada na França, no século XIX, por Allan Kardec, psicografia é capacidade de determinados indivíduos, denominados médiuns, de receber informações, instruções e consolo de almas que animaram corpos humanos. O primeiro livro da doutrina, “O Livros dos Espíritos”, lançado em 1857, foi recebido através da psicografia de três jovens: Caroline e Julie Baudin, e Ruth Jafet.

Publicidade

No entanto, o primeiro método utilizado por Kardec era bastante complexo: utilizava-se uma cesta de vime, em que se introduzia um lápis no centro: era a chamada cesta-pião. Duas ou mais pessoas encostavam as mãos na cesta, que começava a traçar os caracteres. Anos depois, os médiuns que trabalhavam com o codificador abandonaram a cesta e passaram a escrever diretamente.

As primeiras manifestações

O primeiro fato que chamou a atenção da sociedade francesa foi o fenômeno das mesas girantes. Era uma brincadeira de salão, usada para entreter as pessoas, especialmente no inverno: uma mesa era colocada no centro para que os espectadores fizessem perguntas, que eram respondidas com “sim” ou “não”, ou com pancadas equivalentes à ordem das letras no alfabeto. Um procedimento exaustivo, que só permitia a recepção de mensagens curtas.

Publicidade

Posteriormente, um grupo decidiu perguntar quem dava as pancadas com o pé da madeira e a resposta foi surpreendente: afirmou ter vivido na Terra, onde morrera anos antes. Esse mesmo espírito sugeriu o uso da cesta-pião, para facilitar a comunicação.

Já na sua segunda edição, “O Livro dos Espíritos” trazia mais de mil perguntas e respostas, ditadas por Espíritos como Santo Agostinho, o filósofo grego Sócrates, o teólogo François Fénelon e outros.

A psicografia no Brasil

A psicografia chegou ao país rapidamente. Em 1865, organizou-se o primeiro centro espírita, onde surgiram as primeiras mensagens. No final do século, o médico Adolfo Bezerra de Menezes fundou, com outros adeptos, a Federação Espírita Brasileira, atualmente sediada em Brasília.

O Espiritismo no país, que reúne o maior número de adeptos (cerca de 2,8 milhões, além de um grande número de simpatizantes), conheceu um grande avanço com a obra do mineiro Francisco Cândido Xavier. Nascido em 1910, publicou sua primeira obra psicografada em 1931: era o livro de poesias “Parnaso de Além Túmulo”. Depois disto, até sua morte em 2002, o médium publicou quase 500 títulos, de autores como Emmanuel (seu mentor espiritual), André Luiz e Meimei. Chico vendeu 50 milhões de exemplares e foi traduzido para outros idiomas. Os direitos autorais sempre foram cedidos a instituições de caridade.

Além dos romances, poesias e livros de estudos, o médium também recebia mensagens de consolo de desencarnados aos parentes que ficaram. O número de psicografias obtidas com este propósito é incalculável. Outros médiuns brasileiros apresentam obras bastante vastas, como Divaldo Pereira Franco e Carlos Alberto Baccelli.

Tipos de psicografia

Enquanto Chico Xavier era um médium puramente mecânico – escrevia totalmente inconsciente do teor dos textos, que em maioria superavam seus escassos conhecimentos –, existem médiuns semimecânicos, que vão tomando ciência do teor à medida que escrevem e também os inspirados, que recebem uma ideia-relâmpago e desenvolvem a mensagem.

A psicopictografia é a recepção de pinturas pelo médium. Muitos acham estranho que os pintores que assinam as telas sejam sempre os mesmos, como Rembrandt, por exemplo. Mas, na verdade, existem escolas e hospitais na Espiritualidade, em que a arte é usada como terapia. Portanto, os verdadeiros autores dos quadros ficam incógnitos, assinando apenas com o nome do mentor, que em alguns casos pode estar até reencarnado.

Semelhante nos resultados, a pneumatografia é a obtenção de mensagens diretamente no papel, sem a intervenção aparente de um médium. Entretanto, o fenômeno mediúnico é sempre mediado por um encarnado. Estes fatos mais espetaculares tendem a desaparecer com a divulgação da Doutrina, permanecendo apenas a essência dos ensinamentos, ditados em centenas de centros espíritas espalhados pelo país.

Publicidade

Deixe uma resposta