O que é Satélite Artificial?

Por: Ananda Manica

Um Satélite Artificial nada mais é do que um veículo espacial que viaja ao redor da terra ou de qualquer outro corpo celeste.

A trajetória de um satélite artificial é denominada órbita. Ele é lançado para fora da atmosfera terrestre e colocado na sua órbita por um poderoso foguete impulsionador.

O que é Satélite Artificial?

Os satélites podem ser classificados em duas categorias, os destinados a pesquisa e os destinados a fins práticos. A primeira categoria abrange todos aqueles que levam aparelhos, como o fito de recolher informações científicas fundamentais acerca dos planetas, do sol e também dos fenômenos espaciais.

Alguns satélites fornecem informações sobre zonas de radiação e outros fenômenos do espaço. As informações de grande importância para futuros projetos são transmitidas para a terra por meio de um sistema denominado telemetria. A energia irradiada pelo sol é transformada por meio de pilhas solares em energia elétrica, que acaba acionando os transmissores telemétricos do satélite.

A segunda categoria de satélites abrange aqueles que terão aplicações imediatas. Os Tiros e Nimbus vigiam a sempre mutável camada de nuvens que cobre a Terra, e por meio de suas câmaras de televisão, fornecem dados aos observadores meteorológicos.

Os satélites variam consideravelmente quanto ao seu tamanho e sua forma, devido à quantidade e ao tamanho da aparelhagem que devem transportar. Pelo fato de não terem que sofrer a resistência do ar, sua forma não precisa ser aerodinâmica.

O peso é fator trivial em um satélite, pois para que ele possa imprimir uma alta velocidade, que permita a sua colocação em órbita, é necessário um grande impulso de lançamento. Devido a isso, os equipamentos que são utilizados em satélites geralmente são miniaturizados. A órbita de um satélite é determinada pela velocidade atingida no lançamento do mesmo. Essa velocidade deve ser suficiente para criar uma força centrífuga que ultrapasse a atração da força da gravidade, conseguindo que a trajetória do satélite acompanhe a curvatura da superfície terrestre, sem que ele caia.

Deixe uma resposta