Animais

O que é Shar Pei?

O mais atípico das raças caninas, constitui um atrativo considerável como cão de companhia

O Shar Pei é uma raça de cão originária da China, sendo muito antiga, existindo antes de nossa Era nas províncias marginais do Sul do mar da China. Parece que a cidade de “Dah Let”, na província de Kwun Tung, seria sua localidade de origem. Guardião de templos, cão de combate, caçador de javalis, ele também era utilizado para vigiar os rebanhos. Foi usado como cão de guarda das tumbas dos membros da realeza chinesa, pois tendo a boca pigmentada de preto, acreditavam que o cão afugentava os maus espíritos e a imponência de sua postura demonstraria que jamais foram desafiados. Os primeiros exemplares da raça eram bem maiores do que os atuais.

Publicidade

Em 1947 os cães foram proibidos na China. Em 1970 alguns indivíduos foram exportados de Hong-Kong para os Estados Unidos e por volta de 1980, para a Europa.

De aparência exótica e bastante singular, possui o pelo raso e eriçado. Ao tato, sua rigidez não é habitual, mesmo seu nome significando “cão areia”. Não possui sub-pelo. A coloração da pelagem é sempre unicolor, podendo ser preto, vermelho-castanho, vermelho-mógno, fulvo-avermelhado, fulvo-claro, areia, creme ártico e azul. Seu tamanho mediano varia de 40 a 51 cm e o seu peso fica em torno de 20 kg.

Publicidade

Seu corpo é poderoso, musculoso. O pescoço é forte, espesso com barbelas. Em proporção ao corpo, apresenta uma cabeça grande. Possui orelhas pequenas, espessas e coladas ao pescoço. Possui focinho largo e lábios bem carnudos. As patas são de tamanho médio, fechadas e compactas.

A principal característica física da raça – a abundância de rugas – foi recentemente alterada pelos chineses, mas quando filhote ainda é considerado o cão mais enrugado do mundo. Essas rugas requerem cuidadas especiais, já que entre suas dobras acumulam-se facilmente sujeira e umidade, podendo ocasionar seborréia, dermatite e micose, ocasionando eventuais feridas na pele (que podem evoluir para um câncer de pele) e mesmo mau cheiro.

De um temperamento dominador, ele geralmente é agressivo com seus congêneres. Equilibrado, calmo, independente, leal, afetuoso com seu dono e gosta de crianças, porém costuma não aceitar carinho ou toques de pessoas estranhas. Recebe ordens apenas de seu dono. É também um cão teimoso, pois tem suas vontades próprias.

Vive bem em apartamentos desde que se exercite todos os dias. Uma escovação semanal é suficiente. Deve-se ressaltar que este cão é extremamente limpo.

Existe também um Mini Pei, que pesa em torno de 15 kg, com um tamanho aproximado de 35 cm, porém não é reconhecido pela Federação Cinológica Internacional (F.C.I.).

Publicidade

Deixe uma resposta