Saúde e Bem Estar

O que é Síndrome do Pânico?

A Síndrome do pânico é caracterizada por ocorrências ocasionais de ataques de pânico, ou seja, a pessoa passa por momentos de intenso medo sem causa e juntamente com este medo aparecem alguns sintomas como palpitações, sudorese, respiração ofegante e etc.

Publicidade

Grande parte dos pacientes que possuem esta síndrome tem um grande medo de morrer, de ficarem presos em algum lugar de difícil acesso ou de difícil saída. Os sintomas que acabam surgindo, são realmente reais e não fruto da imaginação do paciente.

Uma das principais causas da síndrome do pânico é o estresse, que atinge grande parte da população na atualidade, porém há outras causas, como o uso abusivo de medicamentos, ingestão excessiva de bebidas alcoólicas e drogas consideradas ilícitas, e também há o fator genético que contribui uma boa parte para a predisposição desta síndrome.

Publicidade

Deve-se realizar o tratamento adequado para este caso, pois se não o fizer, o paciente poderá adquirir até uma depressão, e ficar cada vez mais receoso de sair de casa e de enfrentar a sociedade. Grande parte das pessoas que procuram auxílio através de tratamento obtém êxito. O tratamento psicológico é primordial, auxilia o paciente a enxergar melhor a própria doença e a tentar também se ajudar. Em alguns casos há a necessidade de tratamento psiquiátrico, quando a doença já está muito grave, onde é preciso utilizar-se de antidepressivos, calmantes para diminuir alguns efeitos físicos que a síndrome do pânico trás devido ao desequilíbrio do paciente.

Quando se desconfia de que se está com está síndrome é extremamente necessário que se procure o mais rápido possível o auxilio de um médico, os primeiros sintomas são: desânimo constante; coração dispara sem motivos; falta de ar; sufocação na garganta; medo de ter doenças graves; medo de ficar em casa sozinho; medo de morrer ou até mesmo de ficar louco e etc.

Publicidade

Deixe uma resposta