Comidas e Bebidas

O que é taurina?

A taurina é um aminoácido que está presente no corpo e não faz parte da síntese de proteínas. Encontrado em energéticos em torno de 400mg, mas também é possível adquirir em cápsulas ou em pó. É o único ácido sulfônico que pode ser produzido por meios naturais.

Publicidade

Existe também a taurina sublingual que são facilmente absorvidas e possui um sabor agradável.

A taurina surgiu em 1826 na bile de bovinos e contem enxofre, encontrado na maioria dos tecidos animais.

Publicidade

Podemos encontrar em alimentos de origem animal como peixes, mariscos, ostras, nas carnes escuras de frango e peru e carne bovina.

Ela ajuda a evitar a fadiga e auxilia no catabolismo de proteínas. Fortalece as contrações cardíacas e protege as células do coração.

Este suplemento elimina as substâncias tóxicas do organismo e também age como antioxidante retardando envelhecimento, pois a taurina diminui no cérebro conforme os anos passam. Então este componente atua no organismo melhorando memória e a função mental. Geralmente a taurina é associada com outros componentes nas bebidas energéticas, misturada a cafeína e glucuronolactona traz resultados positivos em relação a mente, o humor e o raciocínio.

Ajuda na epilepsia pois diminui os episódios de convulsões e crises e normaliza os níveis de ácido glutâmico.

Também foi realizado um estudo com homens entre 18 e 20 anos. Eles fizeram exercícios de bicicleta até ficarem esgotadas. Depois tomaram taurina durante sete dias e apresentaram resultados positivos em relação ao transporte e utilização de oxigênio e melhoraram o tempo de exaustão.

A Anvisa liberou o uso de taurina como alimento somente para atletas. Porém além de ingerir o suplemento devem ter uma alimentação equilibrada. Também deve-se ter o cuidado ao ingerir a taurina pois altas doses de aminoácidos sobrecarregam o funcionamento do fígado e dos rins. Indivíduos que tem problemas renais ou hepáticos devem ter orientação médica.

Segundo estudos as doses indicadas para ingestão deste suplemento são em torno de 3 a 6gramas/dia. Não foi constatado nenhuma problema grave ao ingerir a taurina.

Somente deve-se ter cuidado em relação aos energéticos pois seu consumo cresceu muito nos últimos tempos. Quando ingerido em jejum pode prejudicar o estômago e o aparelho digestivo, além de disso a absorção é mais rápida em consequência os efeitos também. Se ingerido na hora de dormir deixa a pessoa agitada e sem sono.

Outro perigo é misturar o energético com álcool pode provocar arritmias e taquicardias. Além disso pode provocar o alcoolismo.

Publicidade

Deixe uma resposta