Saúde e Bem Estar

O que é traumatismo craniano?

É considerado uma das principais causas de morte entre as pessoas com menos de 50 anos.

O traumatismo craniano é uma pancada na cabeça que pode ser leve, grave, aberto ou fechado.

Publicidade

O traumatismo craniano ocorre em acidentes de carro, atropelamentos, quedas, e até mesmo em partidas de futebol.

Os ossos do crânio são espessos e duros e servem para proteger o cérebro. Porém não é tão resistente a algumas lesões provocada pelo traumatismo craniano. Estas lesões são responsáveis pela morte e ou deixam incapazes pessoas com menos de 50 anos. São não matam mais que os acidentes como tiros de bala. Entre as pessoas com traumatismo grave, 50% acabam morrendo.

Publicidade

O que ocorre nestas lesões é um rompimento dos nervos, de vasos sanguíneos e de tecidos do cérebro. Isto pode provocar uma hemorragia e o sangue e o acúmulo de líquido aumentam a pressão podendo destruir o tecido cerebral. Esta pressão acaba empurrando o cérebro para baixo.

Os sintomas do traumatismo craniano são perda da consciência, muita dor de cabeça, sangramento, dificuldade para falar, coma. Quando ocorre uma pancada muito forte na cabeça a pessoa deve ser observada durante 24 horas, pois os sintomas podem demorar para aparecer.O paciente pode ser recuperar mas também pode ocorrer a morte.

Este problema traz algumas consequências com coma, convulsões, epilepsia, também pode prejudicar o movimento e a locomoção. A gravidade deste traumatismo depende de onde o cérebro foi atingido e da idade do paciente.

Algumas pessoas desenvolvem amnésia e não conseguem lembrar do que realmente aconteceu. Em casos mais leves o paciente pode sentir dores de cabeça e problemas de memória pro algum tempo.

Quando uma pessoa tem traumatismo craniano é levada ao hospital, então so médicos e enfermeiros verificam a frequência cardíaca, pressão arterial e respiração. O paciente pode necessitar de aparelho para respirar.

Também é observado as funções cerebrais através do tamanho das pupilas e a sua reação à luz, também verificam a sensibilidade e a capacidade para mover os membros. É realizado exames como tomografia axial computadorizada (TAC) ou uma ressonância magnética (RM).

O tratamento do traumatismo craniano dependem da gravidade, mas são indicados medicações para dor e para a circulação e diuréticos e em casos mais grave deverá ser realizado cirurgia.

Para diminuir a pressão sobre o cérebro devido ao excesso de líquido é administrado medicamentos para reduzir o inchaço. Outra alternativa é implantar no crânio um dispositivo que controla a pressão

Publicidade

Deixe uma resposta