O que é Vertigem?

Por:

Sensação de perda de equilíbrio desagradável, porém dificilmente representa uma doença grave.

A vertigem é a sensação que a pessoa apresenta, tendo a ilusão de movimento do corpo ou do ambiente em que se encontra, algumas vezes definida adicionalmente como rotatória ou unidirecional.

O que é Vertigem?

O corpo adquire aos poucos, durante a nossa vida, o equilíbrio, que começa a obter desde a fase da gestação. O bebê desenvolve todas as estruturas necessárias para ter o equilíbrio, como o labirinto (localizado no ouvido interno), a visão, os músculos, os ossos e as articulações. Estas estruturas mandam informações sobre a posição da cabeça e do corpo para o cérebro. O cérebro analisa estas informações e faz ajustes para manter um equilíbrio perfeito do corpo.

A vertigem aparece quando alguma dessas estruturas não consegue mandar as informações da posição da cabeça ou do corpo para o cérebro ou quando o cérebro não consegue entendê-las direito. A vertigem pode ser causada por distúrbios do ouvido, dos nervos que conectam o ouvido ao cérebro ou do próprio cérebro.

Pode estar relacionada a problemas visuais ou a alterações súbitas da pressão arterial. Os indivíduos idosos ou aqueles que utilizam medicamentos para doenças cardíacas ou para a hipertensão arterial podem apresentar tontura ou desmaiar quando ficam em pé abruptamente. Esse tipo de tontura é decorrente de uma queda breve da pressão arterial, comumente dura apenas alguns segundos e, algumas vezes, pode ser evitado com o indivíduo levantando-se lentamente ou com a utilização de meias compressivas.

Muitas condições podem afetar o ouvido interno e causar vertigem como infecções bacterianas ou virais, tumores, pressão anormal, inflamação de nervos ou substâncias tóxicas.

Pode causar náuseas, vômitos e ataxia da marcha. Existem dois tipos, a central e a periférica. Algumas causas de origem periférica podem ser: vertigem posicional benigna, infecção, tumor (neuroma do acústico), traumatismo, neuronite vestibular, toxinas (álcool, por exemplo). Dentre as de origem central, podem ser:
enxaqueca, tumor do tronco cerebral, esclerose múltipla e doença vascular.

Para realizar o tratamento, deve-se procurar um médico otorrinolaringologista que deverá investigar a natureza e causa da vertigem. O equilíbrio pode ser testado solicitando-se que o paciente fique em pé e imóvel e, em seguida, que ele caminhe sobre uma linha reta, primeiramente com os olhos abertos e, a seguir, com os olhos fechados. Alguns exames laboratoriais também podem auxiliar no diagnóstico. Os exames da audição frequentemente revelam distúrbios do ouvido que afetam tanto o equilíbrio quanto a audição. Outros exames que podem ser realizados incluem estudos radiológicos, a tomografia computadorizada ou a ressonância magnética do crânio.

Deixe uma resposta