Saúde e Bem Estar

O que são ansiolíticos?

Ansiolíticos são utilizados para tratar a ansiedade.

Ansiolíticos são medicamentos para o tratamento da ansiedade, também chamados de tranquilizantes em alguns casos, pois a ideia desse tipo de medicamento justamente é sedar de forma a tranquilizar o estado do paciente. Ele atua no Sistema Nervoso Central fazendo com que o cérebro fique em um estado mais tranquilo, como se não estivesse completamente ligado aos estímulos externos.

Publicidade

Entre os ansiolíticos mais comuns vendidos comercialmente estão o Valium, Diazepam, Lorax e Lexotan.

Forma de administração

Publicidade

Em geral são administrados via oral em comprimidos, mas em alguns casos podem ser administrados de forma intravenosa, neste caso apenas em hospitais. Além de diminuir a ansiedade, os ansiolíticos relaxam a musculatura e induzem o sono, sendo assim utilizados também por pacientes que sofrem de insônia.

Cuidados

Os ansiolíticos nunca devem se utilizados juntamente com bebidas alcoólicas, pois isso potencializa o efeito da medicação fazendo com que a pessoa possa ficar sedada, ou até mesmo cair no chão sem se dar conta, além de problemas de memória e sonolência profunda.

Outro cuidado que é preciso ter é com relação a superdosagem da medicação que pode ocasionar uma hipotonia muscular, que é quando a pessoa perde o tônus do músculo, fazendo com que o corpo fique mole e não se firme.

Mulheres grávidas não devem fazer uso desse tipo de medicamento pois pode trazer problemas ao feto.

Mesmo tomando na dosagem indicada é importante salientar que ansiolíticos fazem com que sua noção espacial e funções motoras dos seu corpo sejam reduzidas, fazendo com que você tenha uma certa lentidão ao responder a certos estímulos. Por isso tenha muito cuidado ao executar atividades que requerem um certo grau de atenção como dirigir um automóvel.

Dependência

Os ansiolíticos são drogas que causam dependência. Isso significa que após um longo período de uso você decidir parar com ela, seu organismo pode sentir uma grande abstinência. Essa abstinência pode trazer ao paciente muita irritação, insônia maior do que o que já sentia, suor excessivo e até mesmo convulsões.

Porém, mesmo após esta dependência, com a ajuda médica você vai conseguir parar de utilizar sem sofrer grandes danos, através de uma diminuição progressiva na dosagem.

Por isso é importante que os ansiolíticos sejam utilizados apenas quando prescritos por médicos. Por serem medicamentos muito comuns em farmácia, apesar de serem de venda restrita, muitas pessoas utilizam apenas como forma de aliviar o estresse e isso pode acarretar em um grande problema para sua saúde.

Publicidade

Deixe uma resposta