Ecologia e Meio Ambiente

O que são Gramíneas?

As plantas que pertencem a família das gramíneas são sem sombra de dúvidas as mais importantes para o ser humano. Além de numerosas espécies que podem ser utilizadas como pasto para os animais, o homem consome a semente de várias espécies dessas plantas.

Publicidade

A importância das gramíneas é tão significante que se elas desaparecessem, o ser humano e outros animais acabariam morrendo de fome. As gramíneas servem de alimento para esses animais e consequentemente os animais servem de alimento para os seres humanos. Algumas das gramíneas cultivadas para alimentação de animais e do próprio homem são denominada cereais, como o milho, o trigo, a aveia, o centeio, o arroz e etc.

As gramíneas pertencem a classe das monocotiledôneas e todas as plantas monocotiledôneas apresentam apenas um cotilédone para alimentação do embrião. Ao brotarem as gramíneas, o cotilédone não aparece fora da semente, funciona como um elemento de transmissão dos alimentos, dos tecidos em que eles se encontram para o embrião em desenvolvimento. As raízes das gramíneas são fasciculadas, ou seja, possuem diâmetro uniforme, não há uma que seja diferente das outras. Quando existe caule subterrâneo, desse caule se original as raízes, de espaço em espaço.

Publicidade

Os caules das gramíneas são quase sempre herbáceos, exceto o bambu que possui um caule lenhoso e mais alto. Tais caules são cilíndricos, de nós bem nítidos. O espaço entre dois nós consecutivos chama-se entrenó.

As folhas das gramíneas são típicas das monocotiledôneas, longas e pontiagudas, frequentemente terminadas em sua base, em uma espécie de bainha que envolve o caule. As flores das gramíneas são miúdas, praticamente desprovidas de pétalas e sépalas. As flores, de acordo com a espécie, podem ser únicas, ou também unidas em grupos denominados espiguilhas. Estas espiguilhas, por sua vez, agrupam-se em torno de um eixo central.

Publicidade

01 Comentário

Deixe uma resposta