O que são Sedativos?

Por: Ananda Manica

Sedativas são drogas que relaxam e tranqüilizam o organismo. Geralmente a droga age sobre o sistema nervoso central e reduz a sua atividade, o que proporciona alívio a dor, certo grau de relaxamento e em algumas ocasiões pode causar sono profundo.

O que são Sedativos?

Os efeitos dos sedativos variam de acordo com a droga, a dose, e a também a medida que o organismo a assimila. Existem diversas drogas de ação sedativas, conhecidas por diferentes nomes no comércio, embora tipos principais sejam 4, em relação com os principais ingredientes que entram na sua preparação.

As anti-histamínicas e os brometos são drogas que na provocam hábitos, já os barbitúricos e os tranqüilizantes podem produzir hábito, ou seja, vício. As anti-histamínicas são sedativos considerados suaves, utilizados principalmente em forma de pílulas contra a insônia e que podem ser tomados mesmo sem receita médica, o efeito perdura por poucas horas. Se não houver ingestão excessiva, não prejudicarão o organismo.

Os Brometos são aquelas drogas que possuem o bromo, são recomendadas para espasmos e também para convulsões. Seu uso é controlado, pois tem a tendência de se concentrar no organismo. Quando tomado em doses excessivas, pode provocar alucinações, delírios, podendo levar até a morte.

Os Barbitúricos, são os sedativos mais usados para aliviar tensões emotivas, eles produzem relaxamento e sonolência. Só podem ser adquiridas com receita médica, pois seu uso prolongado pode produzir hábitos prejudiciais ao organismo.

Os Tranquilizantes são utilizados para aliviar graves desordens mentais, são os sedativos de maior potência. Solucionam temporariamente os estados extremos de tensão, mas não possuem poder de cura. Em casos mais graves, quando se devem usar em doses elevadas, eles podem causar diversos efeitos indesejáveis.

O uso de sedativos só deve ser feito se o médico responsável e especialista indicar, pois muitos são extremamente perigosos se ingeridos em excesso, causando mais problemas as pessoas e muitas vezes levando até a morte.

Deixe uma resposta